Postagem em destaque

Bueiro sem tampa provoca perigo no centro de Pompéu

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Homem que matou menina de treze anos é preso pela Policia Civil de Nova Serrana.





Veja a reportagem da parceira TV Alterosa.





























O pai do padrasto da adolescente de 13 anos encontrada morta com sinas de violência em Nova Serrana foi preso nesta sexta-feira (17) como suspeito do crime. O caso foi confirmado à equipe do MG2 pela delegada Regional de Nova Serrana, Angelita Viviane Soares.


Na quinta-feira (16), a delegada afirmou que “tudo indica que teve uma luta, ela pediu socorro, e às vezes as pessoas próximas não ouviram. Só uma vizinha por último ouviu, foi ao local e deparou-se com esta cena”.


De acordo com a delegada, o homem, de 57 anos, foi até a casa da vítima para abusar sexualmente dela e, após a negativa por parte da adolescente, a estrangulou.


“Naquele dia a vítima não teria ido ao trabalho. Ela estava doente, com suspeita de dengue, e ficou em casa e, infelizmente, o avô de consideração, ele é pai do padrasto da menina, morava próximo e já teria tentado abusar da vítima, da irmã dela e de outras pessoas, que foram ouvidas e confirmaram o histórico do investigado. Conseguimos chegar até esse autor e ele confessou que no dia dos fatos foi até a casa da vítima com a intenção de abusá-la, de fazer sexo com a mesma. E com a negativa da vítima, ele entrou em luta corporal e, após, ele a esganou”, revelou a delegada.





O caso




A adolescente foi encontrada morta nesta quinta-feira. Ela estava com sinais de violência e com a cabeça submersa em uma banheira de bebê.


A perícia constatou que adolescente tinha vários hematomas pelo corpo, uma parte do couro cabeludo foi arrancada e ela tinha sinais de violência, principalmente no pescoço, o que leva a Polícia Civil acreditar que ela foi asfixiada. A perícia constatou também que a adolescente lutou contra o agressor antes de morrer.


Uma das vizinhas contou à polícia que ouviu gritos e achou estranho o portão da casa, que ficava sempre fechado, estar aberto. Quando ela entrou no local, a adolescente já estava morta no quarto da casa onde morava com a mãe e duas irmãs.


Ainda de acordo com a delegada, o crime teve requintes de crueldade. A adolescente estava morta com a cabeça dentro de uma banheira com água. A única coisa que desapareceu foi o celular. A mãe da vítima disse que conversou com a filha pelo celular poucas horas antes do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.