Postagem em destaque

Homem é morto com dez tiros em bar em Pompeu.

Um homem foi morto durante um forro no bar Curral Beer no bairro Trevo na madrugada deste domingo. Segundo a policia o executor chegou no...

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Exemplo para Pompeu: com ordem judicial Prefeitura de Bom Despacho arromba casa para combater a Dengue


Após autorização da Justiça, Prefeitura de Bom Despacho realiza vistoria em imóvel fechado

Agentes encontraram focos de mosquito que podem ser do Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.


Por G1 Centro-Oeste de Minas

24/04/2019 17h48 Atualizado há 7 horas




Agentes encontraram focos de mosquito que podem ser do Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue — Foto: Prefeitura de Bom Despacho/Divulgação



Após conseguir uma autorização da Justiça, a Prefeitura de Bom Despacho realizou uma vistoria nesta terça-feira (23) em um imóvel fechado no Bairro Santa Marta. No local os agentes encontraram focos de mosquito que podem ser do Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.


A assessoria de comunicação do município informou ao G1 que foi necessário requerer uma autorização judicial, pois o proprietário do imóvel não permitiu a entrada dos agentes de endemia no local. Além dos focos, foi encontrado lixo no local.



Agentes de endemia em Bom Despacho eliminaram mais de 40 caminhões de criadouros de Aedes




De acordo com o gerente de Epidemiologia de Bom Despacho, Fernando Júnior, outras seis fiscalizações forçadas, embasadas em decisões judiciais, serão feitas nos próximos dias. Procurada pela reportagem, a Prefeitura informou que as datas para estas vistorias ainda serão marcadas. Os bairros onde as vistorias serão realizadas não foram divulgados.


"Primeiro tentamos entrar com autorização do morador. Só acionamos a Justiça se ele não permitir e insistir em colocar em risco a vida dos vizinhos. É uma questão de saúde pública. O Estado está enfrentando um surto de dengue e pessoas estão morrendo. A Prefeitura não permitirá que pessoas irresponsáveis criem o Aedes aegypti”, afirmou o gerente.




Dengue em Bom Despacho




Segundo dados atualizados pela Prefeitura nesta quarta-feira (24), Bom Despacho teve 21 casos de dengue confirmados em 2019 até o momento. O último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) feito em janeiro, apontou um índice de infestação muito alto na cidade.


A porcentagem mínima para se considerar alto risco de epidemia da doença é de 4%, conforme parâmetro do Ministério da Saúde. Na cidade, o encontrado foi de 8,5%.


O LIRAa revelou ainda que 100% dos focos do mosquito estão dentro das residências na cidade.





Denúncias




No site da Prefeitura existe um canal aberto à comunidade que possibilita denúncias sobre locais que possam estar com focos do mosquito. As denúncias são feitas de forma anônima e encaminhadas para a Vigilância Epidemiológica do município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.