Postagem em destaque

Prefeito de Pompeu se reúne com outros 16 afetados pelo rompimento da barragem em Brumadinho

Encontro foi realizado com o objetivo de buscar soluções e minimizar os impactos nas cidades; uma comissão foi criada. Por Marcela Mesqui...

sábado, 9 de março de 2019

Polícia vai aceitar acordo com o Governo de Minas sobre 13 diz Sindicato.



Categoria deve aceitar proposta do governo de parcelar o benefício em duas vezes

PUBLICADO EM 28/02/19 - 03h00

Ana Luiza Faria

O presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol), José Maria de Paula, afirmou nesta quarta-feira, 27, que a categoria deve aceitar a proposta feita pelo governo do Estado, de pagar 80% do 13º salário até maio e o restante em junho desse ano. “Vamos nos reunir ainda nesta semana, mas acredito que vamos fechar o acordo sobre o pagamento do benefício”, afirmou o líder sindical. 

A proposta foi apresentada na última sexta-feira pelo governador Romeu Zema (Novo), em um reunião com nove deputados estaduais e federais. O encontro ocorreu simultaneamente a uma manifestação dos servidores da segurança pública, que cobravam, além do pagamento integral e imediato da bonificação natalina, o pagamento do salário sem escalonamento e no quinto dia útil, recomposição salarial e melhoria nos institutos previdenciários do Estado, como o Ipsemg.

Para o deputado federal Subtenente Gonzaga (PDT-MG), que participou da negociação com o governo, apesar do indicativo da aceitação da proposta, os servidores da categoria vão permanecer lutando pelos outros itens reivindicados, mas que não foram abordados pelo governo até o momento. 

Ao contrário das críticas em relação a uma suposta falta de cobrança da categoria ao governo de Fernando Pimentel (PT), o parlamentar enumerou manifestações feitas pela segurança pública durante a gestão petista. “Começamos os atos em janeiro de 2016, fechamos a MG-10, a praça Sete e a praça da Liberdade. Essa não é uma ação contra Romeu Zema”, contou. 

Ele afirmou ainda que o governador do Partido Novo, ao contrário de Pimentel, mantém o diálogo com os representantes da categoria. “O Pimentel nunca nos recebeu”, disparou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.