Postagem em destaque

Homem tem a casa incendiada depois de esfaquear o outro em Abaeté

Prefeitura de Abaeté, servidores ajudaram a controlar o fogo. Depois de uma briga em um bar na cidade de Abaeté Breno Oliveira de 26 an...

domingo, 24 de março de 2019

Atenção pompeano que reside ou tem propriedade próxima ao Rio Paraopeba, Vale divulga cronograma de indenização.



Anderson Rocha

rocha@hojeemdia.com.br

22/03/2019 - 08h19 - Atualizado 08h59

Maurício Vieira /

A Vale afirma que até o momento foram realizados mais de 1,2 mil pagamentos emergenciais para residentes nestas comunidades

A mineradora Vale divulgou nessa quinta-feira (21) uma atualização do cronograma para pagamento de indenização emergencial a moradores de Brumadinho, na Grande BH, e municípios localizados até 1km da calha do rio Paraopeba, desde Brumadinho até a cidade de Pompéu, na região Central, na represa de Retiro Baixo. 

O serviço será realizado nos Postos de Registro para Indenização (PRIs), de segunda a sábado, das 8h às 18h, que ficarão instalados em cada localidade até o fim de abril. 

De acordo com a Vale, a empresa tem um prazo de 10 dias úteis para avaliar a documentação (veja abaixo). Não havendo pendências nesse campo, a mineradora terá mais 10 dias úteis para realizar o pagamento, que será feito de forma retroativa por 12 meses, ou seja, de janeiro a dezembro.

O assunto foi tratado em audiência nessa quinta. O cronograma inicia na próxima segunda-feira (25) e varia conforme a localidade. Veja:

25/3: Brumadinho - Pires;
27/3: Brumadinho - regiões de Capão Redondo, Jangada, Casa Branca, Retiro das Pedras;
3/4: municípios de São Joaquim das Bicas e de Mário Campos;
10/4: Brumadinho - sede;
17/4: Brumadinho - distritos de Conceição do Itaguá e Aranha e municípios de Betim e Juatuba;
24/4: Brumadinho - distritos de São José do Paraopeba e de Piedade do Paraopeba;
29/4: demais municípios (Igarapé, Esmeraldas, Florestal, Pará de Minas, São José da Varginha, Fortuna de Minas, Pequi, Maravilhas, Papagaios, Paraopeba, Curvelo e Pompéu).

De acordo com a empresa, foi disponibilizado um call center, com atendimento de segunda a sábado, de 8h às 20h, através do qual o morador poderá agendar atendimento e tirar dúvidas quanto ao processo de pagamento emergencial. 

O número do call center é 0800 888 1182. Para cada local, o call center começa a agendar uma semana antes da abertura do Posto de Registro. Serão mobilizadas mais de 800 pessoas para trabalhar no call center, nos Postos de Registro e na análise dos registros.

Parque da Cachoeira e Córrego do Feijão

Os Postos de Registro de Parque da Cachoeira (rua Francisco Jorge Diniz, nº 143) e Córrego do Feijão (no salão ao lado da quadra de esportes) estão em funcionamento desde 20 de março. Já o agendamento para essas duas localidades via call center foi aberto na última segunda-feira (18) e já contabiliza mais de 500 agendamentos e cerca de 80 atendimentos realizados.

Até o momento, segundo a Vale, já foram realizados mais de 1.200 pagamentos emergenciais para residentes nestas comunidades.

Documentos necessários

- Para receber a indenização, os requerentes deverão preencher um formulário próprio conforme acordado em juízo e apresentar os seguintes documentos:

- Adultos: (i) RG; (ii) CPF; (iii) pelo menos um documento que comprove residência; e (iv) conta corrente ou conta poupança em nome do próprio requerente;

- Menores de 18 anos: (i) Certidão de Nascimento ou RG; (ii) CPF; (iii) comprovação do responsável legal; e (iv) pelo menos um documento que comprove residência (pode ser o comprovante da escola);

- Documentos que comprovam residência: registro até a data do rompimento da barragem nos seguintes cadastros: Justiça Eleitoral, matrícula nas escolas ou faculdades, Cemig, Copasa, postos de saúde, Emater, Secretarias de Agricultura Municipais e Estaduais, CRAS e SUAS (Sistema Único de Assistência Social). 

Acordo Preliminar

Quais são os itens que compõem o acordo preliminar:

Pagamento de um salário mínimo mensal para cada adulto, 1/2 (meio) salário mínimo mensal para cada adolescente e 1/4 (um quarto) de salário mínimo para cada criança pelo prazo de um ano;

Pagamento de cesta básica para cada núcleo familiar das comunidades de Córrego do Feijão e Parque da Cachoeira, durante 12 meses. O valor de R$ 405,40 mensais será depositado na conta corrente do responsável pelo núcleo familiar.

Quem tem direito ao pagamento:

Todas as pessoas que residiam em Brumadinho ou que moravam até 1 quilômetro da calha do Rio Paraopeba desde Brumadinho até a cidade de Pompéu, na usina de Retiro Baixo, no dia 25 de janeiro, data da tragédia. 

Outras informações estão disponíveis no site da empresa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.