Postagem em destaque

Green war: simulacro de bomba é colocado no congresso por Greenpeace.

As Associações dos Produtores de Milho (Abramilho), Algodão (Abrapa) e Soja (Aprosoja Brasil) repudiam a iniciativa do Greenpeace, q...

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Não é Pompéu: Vereador propõe fim dos salários dos parlamentares


Requerimento foi protocolado e será lido nesta quinta (22) solicitando que a Mesa Diretora da Câmara crie o projeto.





Por Carina Lelles, G1 Centro-Oeste de Minas

22/02/2018 13h26 Atualizado há 1 hora




Requerimento foi protocolado pedindo o fim do salário dos vereadores de Divinópolis (Foto: Liziane Ricardo/CMD)



Será lido na reunião ordinária da Câmara de Divinópolis desta quinta-feira (22), o requerimento do vereador Eduardo Print Júnior (SD) que foi protocolado junto a Mesa Diretora solicitando a criação de um projeto que acabe com os salários dos vereadores da cidade.


O protocolo foi feito nesta quarta-feira (21) e, segundo o parlamentar, a justificativa é de que o cargo de vereador seja ocupado por "pessoas que desejam contribuir com a melhoria e mudança do município". "Estou como vereador há cinco anos e lendo um livro de Antônio Olímpio de Moraes, ex-prefeito de Divinópolis. Na década de 1970 não tinha salário para vereador", disse Eduardo ao G1.


Os vereadores deixariam de receber salários, mas continuariam tendo os gabinetes para receber as demandas da população. "Os assessores seriam uma ponte. Estamos aqui todos os dias recebendo demandas que não são de nossa competência, como pessoas que nos procuram relatando dificuldades financeiras, isso é papel da assistência social fazer e não os vereadores".


No requerimento do vereador, ainda é sugerido que as reuniões ordinárias sejam realizadas uma vez por semana. "Vamos realizar a quarta reunião do ano e só temos um projeto para ser votado. Nas outras votamos nome de rua, de praça. Fazemos audiências públicas com plenário vazio, todo dia tem uma moção para entregar. Isso não pode ser corriqueiro", declarou Eduardo.


Nas eleições municipais de 2016, o parlamentar destaca que foram mais de 300 candidatos a vereador. Com a aprovação do projeto, segundo Eduardo, os vereadores poderão exercer suas profissões normalmente durante a semana sem a necessidade de salário.


"Em 2020, se esse projeto for aprovado, duvido que dê este tanto de candidato. Com a redução do número de reuniões, os vereadores podem cuidar de suas vidas profissionais e não precisariam dos salários do cargo. Hoje temos vereadores que são profissionais competentes como médico, advogado, comerciantes, policial”.



Com o protocolo do requerimento, a elaboração do projeto fica a cargo da Mesa Diretora.



Requerimento foi protocolado junto a Mesa Diretora (Foto: Reprodução)

DIVINÓPOLIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.