Postagem em destaque

Acidente de trânsito deixa criança e mulher morta em Bom Despacho

Um acidente na manhã deste domingo (23) deixou uma mulher e uma criança mortos. O acidente entre um veiculo palio e uma carreta aconteceu ...

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Mãe tortura bebê de dez meses e manda o vídeo para o pai em Abaeté, diz Delegado


CENTRO-OESTE - MG

Jovem é suspeita de ter filmado o crime e enviado ao pai da vítima para tentar reatar relacionamento. Familiares disseram ao delegado que ela está com depressão pós-parto; pai está com a guarda do menino.

Por MGTV

24/10/2017 19h54  Atualizado há 7 horas

O delegado Rodrigo Noronha falou sobre investigação em Abaeté (Foto: Reprodução/TV Integração)

A Polícia Civil de Abaeté abriu inquérito para investigar uma jovem de 24 anos que aparece em um vídeo torturando o filho de dez meses. O caso chegou ao conhecimento da polícia após repercussão nas redes sociais. A vítima foi atendida em um hospital e passa bem. A mãe está internada em um hospital psiquiátrico.

O delegado da Polícia Civil, Rodrigo Noronha, informou ao MGTV que o pai da criança já foi ouvido e confirmou que recebeu o vídeo da ex-namorada, com quem teve um relacionamento de quatro anos, e disse que há cerca de um mês estão separados. Nesta terça-feira (24), os militares que atenderam a ocorrência foram ouvidos.

“No vídeo a gente constata a agressão perpetrada pela mãe contra o próprio filho. Estamos delineando a motivação da agressão e outras circunstâncias que envolvem o crime, até mesmo se ela realmente era detentora de algum distúrbio mental, ainda que de forma transitória, ou pré-existente”, informou o delegado.

Ainda de acordo com Noronha, o pai do bebê mora em Belo Horizonte e conseguiu a guarda provisória da criança. “Ele contou que o relacionamento com a jovem era bem turbulento. Tudo indica que ela está usando a criança para tentar reatar o relacionamento”, destacou.

O delegado também disse que familiares informaram que a jovem está com depressão pós-parto e que foi internada em uma clínica psiquiátrica na capital mineira. “A gente apurou que ela já cometeu tentativa de suicídio e estamos investigando a seriedade desta tentativa, se não era somente para chamar a atenção de familiares. Estamos ainda verificando a autenticidade da necessidade desta internação e ver se realente ela tem algum distúrbio ou se está tentando se esquivar da responsabilização criminal”, ressaltou.

O Conselho Tutelar está acompanhando o caso. A jovem pode responder por tortura, crime que prevê oito anos de prisão. Os pais dela devem ser ouvidos ainda essa semana. A polícia também investiga como o vídeo da agressão foi parar nas redes sociais.

Quanto ao bebê, ele foi atendido no Hospital São Vicente de Paula e, segundo o boletim médico, estava bem e já foi liberado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.