Postagem em destaque

Policia Civil de Itajubá leva ovos de páscoa para crianças carentes

 Os Policiais da Delegacia Regional de Itajubá, através da Inspetoria de Investigadores, promoveu na data hoje uma ação solidária, on...

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Junto com a PM Secretário acredita que vai evitar a greve da Polícia Civil

Sérgio Menezes, que está à frente da pasta que cuida da segurança pública em Minas Gerais, garantiu que uma contraproposta será apresentada à categoria


Euler Júnior/EM/D.A PRESS
Secretário Sérgio Menezes, de terno e à esquerda, acredita que a greve será evitada com diálogo (foto: Euler Júnior/EM/D.A PRESS)

O secretário de Defesa Social de Minas Gerais, Sérgio Barbosa Menezes, disse na manhã desta quinta-feira que será possível reverter a greve prometida pelos policiais civis de Minas Gerais com negociação. O secretário, que é delegado da Polícia Federal cedido ao governo do estado, participou da apresentação da sala de monitoramento de ocorrências do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) e também do aniversário da unidade.
“A Seds, como órgão de coordenação entre as instituições, está buscando diálogo com os policiais que estão iniciando o movimento paredista. Vamos conversar, vamos negociar. A tendência é que o sindicato refreie essa ação porque a negociação vai ser no sentido de buscar isso”, diz o secretário.

Menezes garantiu que a Seds está elaborando uma contraproposta para a pauta apresentada pelo Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Sindpol/MG). A categoria exige equiparação dos salários de investigadores e escrivães aos vencimentos dos peritos, além da equiparação dos valores recebidos por delegados aos valores dos defensores públicos.

Outra questão importante levantada pelos sindicalistas é o não pagamento do auxílio vestimenta, que deveria ter sido pago na folha de abril. Porém, isso ainda não aconteceu, enquanto os policiais militares já receberam o mesmo benefício.

Sérgio Menezes preferiu não falar sobre ações que podem ser tomadas pela Seds para reduzir um possível impacto à população caso a greve seja confirmada e deixe apenas 30% dos policiais trabalhando. “Não creio que isso vai ocorrer. Acho que a negociação vai ter um bom termo e a Polícia Civil não vai fazer a greve”, completa o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.