Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Relembrando: 1997 Greve da Polícia Militar de Minas


FOTO: ISa nigri - 24.6.1997“Como repórter de Cidades na época da greve da Polícia Militar, pude presenciar o crescimento da tensão entre os policiais e o governo do Estado. Os praças reivindicavam melhorias nos salários. O governador na época, Eduardo Azeredo, havia concedido reajuste só para os oficiais, o que foi o estopim da revolta. No auge da crise, eu estava em meio aos policiais que fizeram uma caminhada até a praça da Liberdade. Eram cerca de 3.000 PMs e 700 policiais civis que aderiram ao movimento. Quase todos armados. O sentimento geral era de que poderia ocorrer uma tragédia. E aconteceu, com o disparo de tiros. O cabo Valério, que tinha acabado de subir em uma mureta do prédio do comando da PM para pedir calma aos colegas, foi atingido e morreu. A foto daquele momento, registrada pela competente Isa Nigri, rendeu ao jornal o prêmio Esso de jornalismo naquele ano. Na hora do tiroteio, eu havia acabado de entrar no carro do jornal para retornar à redação, já que tinha sido rendido por colegas da tarde. Mas pude colaborar com a grande cobertura que O TEMPO fez. E, nos meses seguintes, continuei acompanhando os desdobramentos do movimento, que mudaram para sempre a relação da Polícia Militar com o Executivo, e as investigações da morte do cabo. Hoje, o sentimento é de quem testemunhou uma parte importante da história de Minas.”

Denner Taylor - Editor de Esportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.