Postagem em destaque

Caminhão da Micapel explode após bater em guarita da Polícia Rodoviária Federal, em Neves

Um caminhão bitrem pegou fogo após colidir em uma guarita da Polícia Rodoviária Federal na manhã deste domingo no km 507 da BR-040, no ba...

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Preso tirava tornozeleira eletrônica e colocava em pescoço de galo e ia vender drogas.

Detento do semiaberto burlava monitoramento para traficar, diz BM.

Na casa do suspeito em Canoas, polícia também localizou drogas e armas.

Do G1 RS
Galo tornozeleira eletrônica apenado RS (Foto: Brigada Militar/Divulgação)Galo usava tornozeleira eletrônica de apenado do
regime semiaberto (Foto: Brigada Militar/Divulgação)
Um caso curioso chamou a atenção de policiais militares em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ao vasculhar um galinheiro na casa de um suspeito durante uma operação contra o tráfico de drogas, a Brigada Militar encontrou um galo usando uma tornozeleira para monitoramento eletrônico de presos do regime semiaberto. O flagrante ocorreu na noite de quarta-feira (13) no bairro Guajuviras.
De acordo com a corporação, o equipamento deveria estar sendo utilizado pelo proprietário da residência, que cumpre pena no regime semiaberto. A polícia acredita que o homem tirou o equipamento para enganar o monitoramento e vender drogas na região. Na casa dele ainda foram localizadas 35g de cocaína, 55g de maconha, um revólver calibre 38 e munição. O homem foi preso em flagrante e levado até uma delegacia.
A BM não soube detalhar como o apenado conseguiu remover a tornozeleira e fixar o equipamento  no pescoço da ave. De acordo com a Superintendência dos Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul (Susepe), responsável pelo monitoramento eletrônico de apenados, a tecnologia prevê que um alarme seja disparado caso o equipamento seja rompido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.