Postagem em destaque

Inferno astral: depois de ser denunciado pela Câmara, ex Secretário da Cultura de Pompéu é denunciado junto com Prefeito por abuso de poder econômico na eleição.

Justiça eleitoral abre processo de investigação contra candidato a deputado estadual nas eleições de 2018; caso seja condenado empresár...

terça-feira, 25 de março de 2014

Lincha ou não lincha: Povo de Itauna se aglomera na porta da Delegacia matar dupla que assassinou jovem caixa de supermercado

Para delegado Alexandre Andrade de Castro, chefe do 7º Departamento de Polícia Civil, os dois podem responder por latrocínio - roubo seguido de morte - já que assumiram o risco do disparo ao portarem arma

Publicação: 24/03/2014 20:45 Atualização: 24/03/2014 21:02

Michael Jordan Alves Moura, de 18 anos,(Esq.) foi quem deu o tiro na jovem. Danilo Menezes de Almeida, de 30, estava no Bairro Morada Nova (Polícia Civil/Divulgação)
Michael Jordan Alves Moura, de 18 anos,(Esq.) foi quem deu o tiro na jovem. Danilo Menezes de Almeida, de 30, estava no Bairro Morada Nova

Os dois homens que foram presos por assassinar a funcionária de um supermercado Gabriela da Cunha Oliveira, de 16 anos, durante um assalto em em Itaúna, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, confessaram o crime, mas disseram que o trio foi acidental. Michael Jordan Alves Moura, de 18 anos, e Danilo Menezes de Almeida, de 30, foram encontrados na tarde desta segunda-feira, e não tinham passagens anteriores pela polícia. A população ainda se concentra na porta da delegacia para tentar linchar a dupla. 

A ação para encontrar os criminosos começaram logo depois do assassinato, na noite de sexta-feira. A polícia recebeu várias informações sobre os suspeitos e começaram a fechar o cerco já no dia seguinte. “Como o crime chocou a população, a conversa começou a correr. Recebemos várias informações e conseguimos identificar os dois criminosos”, explica o delegado Alexandre Andrade de Castro, chefe do 7º Departamento de Polícia Civil. 

Jovem trabalhava há três meses no supermercado (Reprodução/Facebook)
Jovem trabalhava há três meses no supermercado
Com o cerco fechado, um dos criminosos se apresentou à polícia junto com um advogado e em seguida indicou onde estaria o comparsa, que foi preso no Bairro Morada Nova. Os dois homens eram vizinhos. A moto e os capacetes usados no crime foram apreendidos. A arma segue desaparecida. “Eles contaram que passaram o revólver para uma terceira pessoa. Já estamos atrás dela”, comenta o delegado. 

No dia do crime, Gabriel trabalhava no caixa o supermercado, onde estava há três meses, quando foi surpreendida pelos homens. As imagens do circuito de segurança mostram quando Michael Jordan, de camisa branca, se aproxima do balcão pelo lado esquerdo segurando um revólver. Enquanto isso, Danilo Menezes chega pelo outro lado. Os dois recolhem o dinheiro e a operadora não reage a ação. 

Ao tentar pegar algumas células, Michael Jordan acabou apertando o gatilho e acertou a garota. A bala entrou pela axila da vítima e se alojou no pulmão. A dupla fugiu em sequência. Em depoimento, o jovem afirmou que o tiro foi acidental. “Ele contou que chegou com a arma engatilhada e o dedo no gatilho. Durante a ação, acabou atirando”, comenta o delegado.

O inquérito será finalizado nos próximos dias. Para Castro, os dois têm que ser indiciados por latrocínio – roubo seguido de morte. “Mesmo sendo acidental, ele sabia do risco, pois estava com a arma apontada para a vítima. Mas vai depender da conclusão da investigação”, comentou. 

Os criminosos serão levados para a cadeia pública de Pará de Minas. 

Aproximadamente 5 mil pessoas cercaram a delegacia para tentar linchar os criminosos (Polícia Civil/Divulgação)
Aproximadamente 5 mil pessoas cercaram a delegacia para tentar linchar os criminosos


População revoltada 
Logo que a notícia da prisão dos criminosos se espalhou pela cidade, milhares de pessoas foram para a porta da delegacia para tentar linchá-los. A Polícia Militar teve de ser chamada para contar os moradores. Ninguém ficou ferido.

Assista abaixo o vídeo das câmeras de segurança que flagraram o crime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.