Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Corpo encontrado boiando em no rio Pitangui com as mãos amarradas foi reconhecido


Gilberto Castanheira foi encontrado boiando no Rio Pará em Pitangui.
Polícia deve pedir quebra do sigilo bancário para investigações.

Marina AlvesDo G1 Centro-Oeste de Minas

desaparecido Gilberto Castanheira Mendonça comerciante  funcionário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Divinópolis MG (Foto: Reprodução/TV Integração)Gilberto estava desaparecido desde o dia 26
(Foto: Reprodução/TV Integração)
O corpo do comerciante e funcionário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Divinópolis, Gilberto Castanheira Mendonça, de 36 anos, foi reconhecido pelo irmão Giovane Castanheira Mendonça e pela namorada Ana Paula neste domingo (29), no Instituto Médico Legal (IML) de Pará de Minas. Gilberto estava desaparecido desde quinta-feira (26) e o carro dele foi encontrado queimado neste sábado (28). No domingo, o corpo foi encontrado boiando no Rio Pará, perto de Pitangui. O enterro foi realizado na manhã desta segunda-feira (30), no Cemitério do Centro em Divinópolis.
Segundo Ana Paula, a família ainda não sabe o que pode ter motivado o crime. "Ele era uma pessoa calma, tranquila, não tinha envolvimento com droga ou apresentava comportamento violento. Não fazemos ideia do porque desse crime. Não temos pistas nenhuma até agora", relatou.

De acordo com a namorada, eles aguardam a autorização do juiz para a quebra de sigilo bancário e telefônico de Gilberto nas próximas horas.
Segundo os parentes do funcionário público, ele saiu de casa para ir ao supermercado um dia após o Natal e, desde então, não foi mais visto. 
Amigos de Gilberto afirmaram não terem notado diferenças no comportamento dele nos últimos dias. "Na quinta-feira, eu telefonei para o Gilberto e ele aparentemente estava tranquilo. Conversamos sobre carros e sobre o trabalho. Não havia nada de anormal", contou o servidor público, Nilson Flávio.
O carro em que ele foi visto pela última vez foi encontrado completamente queimado no Bairro João Paulo II em Divinópolis. No domingo, um corpo foi encontrado boiando próximo às margens do Rio Pará, entre Conceição do Pará e Pitangui. De acordo com os bombeiros de Nova Serrana, a vítima estava com fita adesiva na boca e também nas mãos. O corpo foi encaminhado para o IML de Pará de Minas, onde a família fez o reconhecimento
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.