Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

sábado, 30 de novembro de 2013

Peritos criminais de Mato Grosso entram em greve na próxima quarta-feira

29/11/2013 - 17h35  
Rabugento, o nosso mascote.Da Redação
Em assembleia geral
 realizada na manhã
desta sexta-feira, 29
de novembro, os
peritos criminais
do estado decidiram
paralisar todas as
suas atividades na
próxima quarta-feira,
4 de dezembro.
A data foi escolhida
como um gesto
simbólico, pois é
reconhecida como
 o Dia Nacional do Perito Criminal. No entanto, a categoria se mantém em estado de
assembleia permanente e não descarta a possibilidade de prorrogar os dias de paralisação.
A assembleia desta sexta-feira foi transmitida ao vivo pela internet aos pólos regionais do
 estado, que também vão parar. Além disso, eles contam com o apoio dos colegas
 médicos e odonto legistas, que também devem parar no dia 04.
Em vez de “comemorar”, os peritos querem utilizar a data para chamar mais uma
vez a atenção do Governo e da sociedade para os fatores que dificultam o trabalho,
como estrutura precária, falta de equipamentos, redução do orçamento em 2014
 para a área de Segurança Pública, o não pagamento da insalubridade e reajuste salarial.
“Nós recebíamos a insalubridade até 2000, quando o Governo decidiu pagar o chamado
 subsídio, que engloba vários adicionais, inclusive a insalubridade. Mas por lei
 a insalubridade é um caso a parte”, explica o presidente do Sindicato dos Peritos
 Oficiais Criminais de Mato Grosso (Sindpeco/MT), Márcio Godoy. Ele lembra que
 as atividades da Perícia são altamente insalubres, pois os profissionais se
expõem a perigos diversos, como contato com alta tensão, além de sangue e
 outros materiais biológicos e químicos. “Nosso trabalho é altamente complexo,
pois é a partir do laudo pericial que se pode incriminar ou absolver acusados”.
Godoy explica que no ano passado, a categoria conversou com o secretário de
Estado de Administração da época, César Zílio, que se comprometeu por escrito
a tratar de certas questões este ano, dando prioridade aos peritos na negociação.
No entanto, nada foi feito até o momento. “Parece que não há continuidade da gestão.
Tivemos que recomeçar as discussões do zero!”, comenta indignado.
A previsão de orçamento é outro ponto questionado pelos servidores. Em 2013,
 o valor destinado à Politec foi de cerca de R$ 5 milhões. Segundo Godoy, em 2014,

o orçamento será reduzido pela metade.
Após o dia 04, a categoria se reunirá novamente para deliberar se continua ou não paralisada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.