Postagem em destaque

Crianças do meio rural vão ficar sem transporte para a escola em Pompeu.

O Presidente da Câmara Municipal de Pompeu, Vereador Paulo do Bar, afirmou nesta sexta feira (16) que a Secretaria da Educação informou na...

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Criminalidade morre mais um Policial: Perito da Polícia Civil e namorada são mortos pelo filho da vítima em Curvelo.

Crime aconteceu após um desentendimento entre os homens; suspeito foi denunciado por amigo, que achou estranho a arma da vítima está com o jovem; rapaz foi preso em flagrante cerca de dez horas após o crime, em João Pinheiro

Um perito da Polícia Civil de 44 anos e a namorada dele de 21 anos foram assassinados pelo filho do homem, nessa terça-feira (8), em Curvelo, na região Central do Estado. Após cometer o crime, ele trancou o porco de estimação do casal dentro do cômodo em que os corpos estavam.
De acordo com a corporação, o crime aconteceu depois de um desentendimento entre Alessandro Gomes Silva e o filho, Mateus Rocha Gomes Silva, 18. O suspeito e a vítima teriam chegado de uma viagem recentemente. Durante a confusão, o assassino se irritou, pegou a arma do pai, um revólver calibre 38, e disparou três vezes contra ele. As balas acertaram a cabeça e um dos braços do homem.
A namorada do perito, Janine Michelle Veigas, também estava no local, presenciou a confusão e foi morta com um tiro na cabeça. Após os disparos, o jovem fugiu do imóvel, que fica em um local conhecido como Fazenda do Boi , na zona rural da cidade, levando cartões de crédito da companheira do pai, coletes da Civil, aproximadamente R$ 1.265 em dinheiro, dois telefones celulares, um notebook, a arma usada no crime e uma TV de LCD. A fuga aconteceu no carro de Alessandro, um Palio Weekend.
Mateus passou pela cidade de Três Marias, onde reside e tem familiares, e chegou a mostrar os materiais roubados e a arma para um grupo de amigos. Um deles desconfiou da situação e acionou a polícia. O suspeito foi localizado e preso em João Pinheiro, na mesma região, cerca de dez horas depois do crime, depois de um cerco da Civil com a Polícia Militar (PM). 
Segundo a PM, apesar de ter confessado os crimes, o homem não informou o motivo da briga. Após os trabalhos da perícia, os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curvelo.
Alessandro estava na corporação há mais de 15 anos e, há quatro meses, era lotado na delegacia de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.
Fonte: O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.