Postagem em destaque

Dois são baleados voltando do jogo de futebol em Pompeu.

Vítimas voltavam de um jogo de futebol quando foram baleadas, segundo a PM. Por G1 Centro-Oeste de Minas 25/03/2019 10h24 Atualizado há ...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Padrasto é flagrado pela mulher quando estuprava enteada de 12 anos em Abaeté, tem base?

Suspeito confessou crime para os policiais e agradeceu o fato de a mulher ter impedido que ele transasse com a vítima.

             

Um estupro chocou uma família de Abaeté, na região Central de Minas Gerais, nesse domingo (11). A mãe de uma adolescente de 12 anos flagrou o momento em que o marido, de 41 anos, iria forçar a adolescente a manter relação sexual com ele.
 
Segundo o soldado Douglas Alves de Oliveira, da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), a mãe conseguiu impedir a penetração. “Ela contou que chegou ao quarto e viu a filha deitada na cama com as calças na altura do joelho. O suspeito também estava com a calça na altura dos joelhos. Os órgãos sexuais do homem estavam à mostra”, disse.
 
A mulher, então, pediu a ajuda das filhas para resolver a situação. “Uma das filhas da mulher ligou para a Polícia Militar (PM). Quando os militares chegaram à residência da família, o homem já havia fugido. Mas ele foi capturado na região”, relatou o soldado.
 
De acordo com o novo Código Penal, qualquer violência sexual pode ser considerada estupro. Anteriormente, apenas era considerado crime de estupro a penetração vaginal. Além disso, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o crime pode acontecer mesmo sem uma agressão física, com atitudes sutis como, por exemplo, o toque no corpo da vítima.
 
Em depoimento, o suspeito preso em Abaeté confessou o crime e agradeceu o fato de sua mulher ter impedido que ele transasse com a adolescente. O suspeito foi encaminhado para o presídio da cidade.

Um comentário:

  1. Acho que nem psicólogo pra explicar um comportamento desses. Senhor!

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.