Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Número de presos em Minas Gerais triplica em dez anos.

Com uma população carcerária de 46.500 detentos, déficit de vagas em presídios já chega a 17.085
A população carcerária de Minas Gerais mais que triplicou nos últimos dez anos, de acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). De 14 mil presos existentes em 2003 no sistema prisional gerenciado pelo governo do Estado (sem contar as celas da Polícia Civil), o número saltou para 46.500 neste ano, um aumento de 232%.

Enquanto isso, a quantidade de vagas nos presídios teve um crescimento de 488% no período – de 5.000 para 29.415 –, mas mesmo assim ficou longe de acompanhar o volume de detentos. O Estado tem, atualmente, 17.085 encarcerados a mais do que pode abrigar no sistema.

Parte do aumento se deve à transferência de presos das delegacias para os presídios, determinada pela Seds nos últimos dez anos. Além disso, o número de detentos subiu ano após ano, com maior aceleração em 2013, segundo o subsecretário de Estado de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira. “Vivemos alguns picos de prisões, como o que ocorreu neste ano”, afirmou Oliveira.

A Seds informou que foram feitas 41.739 detenções no primeiro semestre deste ano, um aumento de 15,2% em relação aos seis primeiros meses de 2012, quando ocorreram 36.205 registros. Com as entradas e as saídas no sistema prisional, a média anual de aumento da população carcerária vem girando em torno de 4.000 pessoas nos últimos três anos.

“Do jeito que está indo, o sistema prisional corre o risco de explodir. É o risco que o Estado está correndo por não ter um sistema eficiente”, comentou o presidente da Comissão de Assuntos Penitenciários da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Adilson Rocha. Para ele, o tamanho da população carcerária exige que o governo crie uma secretaria específica para cuidar do assunto. “O que temos hoje é uma subsecretaria vinculada à Defesa Social, que não tem autonomia nem recursos suficientes para gerenciar o sistema”, argumentou Rocha.

Ampliação. Já o subsecretário de Administração Prisional acredita que a criação de uma secretaria até pode ocorrer futuramente, mas esse não é o foco atual. “O principal agora é criar novas vagas e dar trabalho e estudo aos presos”, disse Oliveira.

No entanto, a meta da Seds para os próximos dois anos é criar 14.500 novas vagas, número que já seria insuficiente para cobrir o déficit atual.

Mais vagas
* Entregue.
Em maio deste ano, o Presídio Doutor Nelson Pires, em Oliveira, na região Centro-Oeste, foi inaugurado, com 116 vagas a mais para o Estado.

* Futuras. A construção do presídio de Itaúna, na região Central, tem previsão de início no próximo semestre, com 306 novas vagas. Estão programadas ainda as ampliações dos presídios de Montes Claros, no Norte, Divinópolis, no Centro-Oeste, Alfenas e Itajubá, na região Sul, Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Ipaba, no Vale do Aço, e Unaí, no Noroeste de Minas. Serão construídas ainda unidades femininas em Ribeirão das Neves, na região metropolitana, Pará de Minas, no Centro-Oeste, e Uberlândia, no Triângulo Mineiro.
Fonte: O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.