Postagem em destaque

Caminhão da Micapel explode após bater em guarita da Polícia Rodoviária Federal, em Neves

Um caminhão bitrem pegou fogo após colidir em uma guarita da Polícia Rodoviária Federal na manhã deste domingo no km 507 da BR-040, no ba...

sábado, 20 de julho de 2013

Greve da Policia Civil é intensificada em Divinopolis.

Servidores da Polícia Civil de Divinópolis começam a definir paralisação
 
Quinta-feira, 18 de julho de 2013 às 6h 06 - Por: Luiz Felipe Enes
 
Policiais Civis da 1° Delegacia Regional/7ª DPC se reuniram na tarde de ontem, para discutir sobre a greve dos servidores. A greve dos Servidores Civis do Estado já é vigente na capital mineira e agora começa a se espalhar pelo interior do estado. A Dele
Policiais Civis da 1° Delegacia Regional/7ª DPC se reuniram na tarde de ontem, para discutir sobre a greve dos servidores.
A greve dos Servidores Civis do Estado já é vigente na capital mineira e agora começa a se espalhar pelo interior do estado. A Delegacia de Divinópolis já começa a estudar a possibilidade de paralisação. Cerca de 20 funcionários se reuniram para discutir sobre os passos que deverão seguir.
Uma das principais questões pelas quais clamam os Policiais Civis é o atual quadro efetivo. De acordo com eles, o número de funcionários é pouco e a demanda de serviço é alta. São 9.000 trabalhadores, sendo que seria necessário a presença de pelo menos 18.000 para concluir e não sobrecarregar os trabalhos.
Cansados e esgotados. Policiais comentam que a carga de trabalho para poucas pessoas ainda é um problema nas delegacias do interior do Estado. Como é o caso de Carmo do Cajuru, onde há somente um investigador para atender a demanda do município. Muitos profissionais da Polícia Civil também se afastaram por questões ligadas à saúde, principalmente pelo estresse.

Delegacia de Divinópolis
A Delegacia de Polícia de Divinópolis divulgou em nota, problemas que impossibilitam o trabalho. O volume de inquéritos, expedientes e ordens de serviço pendentes supera a capacidade efetiva para a conclusão do trabalho. Estão em andamento, aproximadamente 4.000 inquéritos e 1.500 ordens de serviço para devido cumprimento.
Civis de Divinópolis, sob o apoio do Sindpol já confeccionaram coletes para exibir que estão em paralisação e querem mostrar também a toda população sobre a atual forma de trabalho em que estão.

As Diretoras Seccionais de Divinópolis, Patricia e Aparecida ao lado do Presidente do Sindpol Denilson

 
Principais reivindicações
Começando a impulsionar a paralisação, em parceria com as pautas já elaboradas pelo sindicato, os Civis adaptaram as reivindicações à realidade vivida nas delegacias.
Delegados: Atenderão somente casos de flagrante, e demais ordens judiciais urgentes.
Plantão: Recebimento normal de ocorrências com conduzidos. Demais ocorrências (sem conduzidos, com material ou ocorrências de trânsito), serão recebidas apenas entre os dias de segunda e sexta feira, no período matutino, assim como a impressão das ocorrências também no período da manhã.

Expediente: Cumprimento de intimações e ordens de serviços relacionadas a flagrantes serão realizadas normalmente. Demais ordens de serviço e intimações não serão feitas até o final da grave. Eles também alegam evitar o uso de viaturas caracterizadas. Operações policiais de cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão serão efetuadas em casos inadiáveis, ou que coloquem a vida das vítimas em risco.
Cartórios: Intimações, oitivas, reconhecimento e demais diligências cartorárias privilegiarão somente os inquéritos que se relacionem a flagrantes e ordens judiciais de urgência.

Registro de ocorrência: Redução na feitura de RED’s, na proporção estipulada pelo sindicato.
Detran: Redução na liberação de documentos, na proporção estipulada pelo sindicato, de 30%.
Criminalística: Expedição de laudos somente em casos de flagrantes e ocorrências envolvendo vítimas fatais. A parte de vistoria de veículos se inclui na pauta. Escala reduzida de atendimento por parte dos policiais vistoriadores na proporção também estipulada pelo sindicato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.