Postagem em destaque

Fofão leva pedrada na cabeça em Pompéu.

Em uma confusão com bêbados que estavam em um bar no bairro Loteamento em Pompéu quem levou a pior foi o personagem Fofão que acompanha...

terça-feira, 7 de maio de 2013

Corregedoria da PC assume investigações sobre confusão do Bailão Sertanejo.


A transferência das apurações foi feita depois que testemunhas informaram que o atirador é um delegado da corporação. Um jovem segue internado em estado grave

Publicação: 06/05/2013 17:51 Atualização: 06/05/2013 18:46
As investigações sobre uma confusão dentro do Bailão Sertanejo, na Região de Venda Nova, que terminou com dois irmãos baleados serão assumidas pela Corregedoria Geral da Polícia Civil. A transferência aconteceu nesta segunda-feira, após testemunhas terem informado que o titular da 3ª Delegacia de Ribeirão das Neves, Gustavo Garcia Assunção, de 29 anos, foi o autor dos tiros. O policial nega a versão. 

O tumulto aconteceu às 4h de domingo. Tiago de Souza Martins, de 18 anos, acabou atingido por um tiro na cabeça e outro no pescoço durante a confusão generalizada, que começou com uma briga. Ele está internado em estado grave na UTI do Hospital João XXIII. O irmão dele, Elias de Souza Martins, de 22, foi atingido por garrafas no pescoço e na face. Ele foi atendido no Hospital Risoleta Tolentino Neves e depois liberado. 

A irmã dos jovens, Fernanda de Souza Martins, de 26 anos, estava na casa de shows no momento da briga. Nesta segunda-feira, ela prestou depoimento na delegacia de Venda Nova. Segundo a mulher, durante a briga, seguranças do local atingiram Elias com uma garrafa. “Ele foi trancado dentro de um banheiro e sangrava muito. Vi quando um homem deu dois tiros contra meu outro irmão, o Tiago”, disse. 

À polícia, Fernanda afirmou que Gustavo. filho do dono do Bailão, é o autor dos disparos. Amigos que foram à delegacia – apenas como acompanhantes - confirmaram a versão da mulher e disseram que o delegado, inclusive, ameaçou com a arma outras pessoas, dizendo ser autoridade policial. 

A arma do delegado Gustavo Assunção, 29, foi encaminhada ao Instituto de Criminalística de Belo Horizonte para perícia. Nesta terça-feira, o delegado Daniel de Andrade Ribeiro Teixeira, da Corregedoria Geral da Polícia Civil, vai colher novos depoimentos de testemunhas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.