Postagem em destaque

Fofão leva pedrada na cabeça em Pompéu.

Em uma confusão com bêbados que estavam em um bar no bairro Loteamento em Pompéu quem levou a pior foi o personagem Fofão que acompanha...

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Atuação da perícia criminal é discutida na Câmara de Canoas.


E-mailImprimir
Canoas - O Grande Expediente realizado na quinta-feira (25/04) na Câmara Municipal de Canoas foi destinado a conhecer melhor o trabalho da perícia criminal no país, em especial a experiência do Rio Grande do Sul. A explanação foi feita pelo vice-presidente da Associação Brasileira de Criminalística (ABC), Leandro de Bem e Córdova. O perito criminal falou sobre a realidade enfrentada pela categoria. O Grande Expediente foi proposto pelo vereador Airton Souza (PP).
Uma das principais reivindicações é para que o governo do Estado nomeie os 108 aprovados no último concurso público, realizado em 2008 e cujo prazo expira em julho deste ano. Segundo, Córdova, a categoria é contra a ideia cogitada pela Casa Civil de chamar apenas 62 profissionais. “Estamos pedindo para que o governo chame todos os aprovados e que realize em seguida um novo concurso público”, afirmou o perito, enfatizando que o Instituto Geral de Perícias (IGP) trabalha atualmente com metade do quadro de servidores que seriam necessários para atender adequadamente todos os municípios gaúchos.
Córdova resgatou um pouco da história do IGP, órgão que até 1997 estava vinculado à Polícia Civil. Ele destacou que a conquista da autonomia foi um avanço, mas que o trabalho dos peritos está limitado pela falta de pessoal, de equipamentos e de condições adequadas de trabalho.
Na sessão ordinária, após o Grande Expediente, os vereadores aprovaram moção de apoio apresentada pela bancada do PP pedindo ao governo do Estado a nomeação dos 108 aprovados no último concurso público para o IGP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.