Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

segunda-feira, 11 de março de 2013

Para agir sem medo, mulher aprende defesa pessoal


O Brasil possui a 7ª maior taxa de homicídios femininos. Uma em cada quatro brasileiras já foi vítima de algum tipo de agressão. O medo continua sendo a principal razão (68%) para evitar a denúncia dos agressores. Dados alarmantes que levaram a Federação Sul Americana de Krav Maga em Belo Horizonte a promover uma programação especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no último dia 8.
Cerca de 200 mulheres, de diferentes idades e tipo físico, assistiram a um curso gratuito da técnica israelense de defesa pessoal. “Com respostas simples, rápidas e objetivas para situações de violência, mostramos à cidadã comum como se defender de ameaças do dia a dia”, explica o professor Beny Schickler, um dos organizadores do evento.
O instrutor garante que todas as mulheres podem aprender as técnicas da luta. “Não é difícil. A técnica é usada para atingir os pontos sensíveis do agressor, como olhos, garganta, região cervical e genital, e pode ser colocada em prática independentemente de peso, tamanho ou força da mulher”, diz.
Metade da força
Ainda segundo o professor, na média, a mulher tem apenas 50% da força do homem. As mais fortes chegam a 70%, no máximo. “O grau de violência mudou, assim como o perfil dos bandidos. Hoje, não reagir não é mais garantia de que você vai sair vivo. Daí a necessidade de aprender a se defender”, afirma Beny.
Experiente, Letícia Vulcano, 26, faz aulas de Krav Maga há 10 anos. “O mundo está muito perigoso. Mas graças a Deus nunca precisei de colocar o que aprendi na prática”, conta. Incentivada pela mãe, Clara Moretzsohn, 17, foi o primeiro contato com a técnica. “Me sinto mais segura agora”, diz.
O Krav Maga é um método de defesa pessoal baseado em movimentos simples, objetivos e naturais do corpo humano, que não possui regras, nem competições.
A modalidade surgiu na década de 40 com a formação do Estado Israelense por Imi Lichtenfeld, que decidiu criar uma técnica corporal que seria eficiente para qualquer um, independente de força ou preparo físico, idade ou sexo, proteger sua vida.


Um comentário:

  1. Olá, gostaria de parabenizar todas as pessoas envolvidas nesse projeto de defesa pessoal para mulheres .Na minha opinião esse assunto deveria ser tratado com mais seriedade por nossas autoridades e nossos governantes.É muito importante para nossas mulheres e fundamental saber usar defesa pessoal contra seus agressores , tanto na violência doméstica que na minha opinião é a mais grave de todas , quanto em nossas cidades . Muito Obrigado Daniel Sesseven

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.