Postagem em destaque

Atenção pompeano, você está sendo filmado

Olho Vivo: 20 câmeras instaladas em Pompéu Até dezembro, serão 23 câmeras de vídeo monitoramento em tempo real. Em reunião do Gabinete...

quarta-feira, 27 de março de 2013

Nova Serrana adere à campanha contra a impunidade

O Município de Nova Serrana, no Oeste de Minas Gerais, também entrou na rota da campanha Brasil contra a impunidade, que busca mobilizar a sociedade brasileira em torno da não aprovação da Proposta de Emenda à Constituição n.º 37 (PEC 37). A PEC, que tramita no Congresso Nacional, busca retirar o poder de investigação criminal do Ministério Público, deixando-o exclusivamente no âmbito da polícia judiciária.

Em Nova Serrana, o assunto foi debatido nessa quinta-feira, 21 de março, em reunião agendada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). No encontro, os promotores de Justiça Leandro Wili, Henrique Otero Costa e Ana Luiza da Costa e Cruz receberam o juiz de Direito Rodrigo Péres Pereira, o prefeito de Nova Serrana, Joel Pinto Martins, o vice-prefeito, Fábio José de Oliveira, o presidente da Câmara Municipal, Antônio Donizete Ferreira, o presidente da Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na cidade, Rildo de Oliveira e Silva, além de vereadores do município, advogados, representantes de setores da sociedade civil e órgãos de imprensa

A reunião teve o objetivo de refletir sobre as consequências que a aprovação da PEC 37 traria para a atuação do Ministério Público e para a sociedade, esclarecer dúvidas e convocar as autoridades e comunidade locais a participarem da campanha. Para isso, houve a distribuição de formulários para assinatura do abaixo-assinado contra a proposta, e foi estabelecida a data de 9 de abril para ser realizado ato público de mobilização contra a PEC, às 19h, no auditório do Sindicato da Indústria do Calçado de Nova Serrana (Sindinova), em Nova Serrana.

“A reunião teve ótimo resultado e os presentes manifestaram seu apoio à mobilização. Além disso, a imprensa fez ampla divulgação do encontro nos jornais e telejornais da região”, informa o promotor de Justiça Henrique Otero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.