Postagem em destaque

Caos se instala no saneamento e na limpeza publica de Pompeu.

O blog compareceu nas imediações da Praça de Esportes de Pompeu onde o esgoto esta refluindo e correndo pelas imediações. Na Rua Inácio Co...

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Mais dois ex-policiais estariam envolvidos na morte de Eliza



PUBLICIDADE
PAULO PEIXOTO
DE BELO HORIZONTE
ROGÉRIO PAGNAN
DE SÃO PAULO
Julgamento do goleiro BrunoDois ex-policiais civis estão sendo investigados em um novo inquérito sobre a morte de Eliza Samudio, a ex-amante do goleiro Bruno Fernandes de Souza, que vai a julgamento na semana que vem sob acusação de ser o mandante do crime.
A nova investigação em curso foi pedida pelo promotor do caso, Henry Wagner Vasconcelos, à Corregedoria da Polícia Civil.
A investigação, que é realizada pela chefia da Delegacia de Homicídios, corre em sigilo. São investigados o ex-policiais José Lauriano de Assis Filho, o Zezé, e Gilson Costa.
O delegado Wagner Pinto apenas confirmou nesta quarta-feira (27) que a investigação está em curso a pedido da corregedoria, mas não deu nenhuma informação sobre o caso. Ele lamentou o vazamento --a TV Record e o jornal "Hoje em Dia" informaram a existência da investigação.
A participação de Zezé na morte de Eliza é um dos buracos que existe na investigação do caso Bruno, conforme mostrou reportagem da Folha em novembro, às vésperas do início do julgamento dos envolvidos no caso.
Foram desprezados 37 telefonemas trocados entre Zezé e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, ex- secretário de Bruno, e Dayanne Souza, ex-mulher mulher do goleiro, e o também ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

Goleiro Bruno

 Ver em tamanho maior »
Renata Caldeira - 22.nov.2012/Divulgação/TJMG
AnteriorPróxima
Luiz Henrique Romão, o Macarrão, durante o quarto dia do julgamento em Contagem, em Minas Gerais
Na noite de 10 de junho, entre 22h e 23h, horário que Eliza pode ter sido morta, Zezé trocou três ligações com Bola. Eles também se encontraram.
Apenas Bola foi denunciado como o executor de Eliza. Ele vai a julgamento em maio.
A defesa do goleiro Bruno confirmou que, para essa investigação, foi pedida a quebra dos sigilos bancários de Bruno e de Macarrão.
O promotor pediu a investigação depois que uma testemunha, o preso Jaílson de Oliveira, ouvida no julgamento de Macarrão (condenado a 15 anos de prisão pelo crime), disse que Zezé ajudou Bola a matar Eliza.
A reportagem não conseguiu localizar os dois ex-policiais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.