Postagem em destaque

Caminhão da Micapel explode após bater em guarita da Polícia Rodoviária Federal, em Neves

Um caminhão bitrem pegou fogo após colidir em uma guarita da Polícia Rodoviária Federal na manhã deste domingo no km 507 da BR-040, no ba...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Comerciante de Arcos é seguido e ameaçado de morte por suposto 'vigilante noturno'

 Agressor teria chegado a Arcos há aproximadamente 8 meses, oferecendo serviços de vigilância noturna. Vítima pensa em fechar comércio devido a ameaças.

Ameaças de um ‘suposto vigilante’ estão tirando o sono de um comerciante de Arcos. Os problemas do comerciante começaram há cerca de 13 dias, quando ele foi agredido e teve parte do carro incendiado. Na madrugada de segunda-feira, 10, o agressor voltou a atacar. De acordo com o comerciante, ele foi seguido quando levava um funcionário que mora na cidade de Lagoa da Prata para casa.

“Fui levar meu funcionário em Lagoa e quando eu estava voltando, um Fiat Stilo começou a me seguir. O motorista jogava o carro contra o meu, tentando me tirar da pista. Fiquei assustado e liguei para a policia, mas não tinha sinal. Quando consegui falar, contei o que estava acontecendo e fui em direção ao quartel. Quando parei na porta do quartel da PM, ele (o agressor) parou o carro atrás de mim e foi dizendo que eu estava fechando ele na estrada. Imagina como eu em um carro velho (Chevrolet Marajó), ia conseguir fazer isso com um Stiloo novo”, contou o comerciante.

De acordo com informações da PM, foi dada voz de prisão ao suspeito e o veículo utilizado na prática criminosa, foi recolhido ao pátio do ‘socorro’, onde se encontra a disposição da Policia Civil. O suspeito foi liberado no quartel da PM - depois de assinar um documento se comprometendo a comparecer na delegacia quando requisitado - porque em Arcos não existe plantão da Policia Civil.

O agressor seria um suposto vigilante noturno que estaria prestando serviços de segurança privada irregular em alguns bairros da cidade. Ele teria chegado a Arcos há aproximadamente oito meses. Segundo a Polícia Militar, o “vigilante” está sendo investigado por provável envolvimento em ocorrências de lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo.

O comerciante está apreensivo, já que o agressor está solto e voltou a ameaçar a família de morte. “Ele veio na porta de casa ontem e ficou gritando. Procurei a promotora, mas ela disse que não pode fazer nada para garantir a minha segurança, e da minha família no momento. Segundo ela (a promotora), preciso esperar o inquérito ser aberto pela Polícia Civil e esperar que chegue o processo até ela. Além disso o fórum vai entrar em recesso. Vão me ouvir na delegacia só dia 25 de fevereiro. Até lá não sei o que fazer para ficar em segurança. A solução é fechar meu negócio (um trailer de lanches), porque trabalhar desse jeito não dá”, desabafou o comerciante.

Fonte: Portal Arcos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.